Adoção: Minha Habilitação

Hoje quero explicar como foi o meu processo de adoção e a tão sonhada habilitação. Como vocês sabem, eu sou advogada, e isso acaba facilitando, porque eu conseguia acompanhar de pertinho todo o processo.

Resumindo o meu processo de adoção, em julho de 2015 eu e o maridão decidimos ingressar com ação para habilitação na adoção, já na semana seguinte fomos convidados a participar de uma palestra no fórum sobre adoção.  Nesta palestra conhecemos um casal homossexual super legal que nos indicou um local (PROJETO ACOLHER MAIRIPORÃ) para realizar o curso obrigatório. Os fóruns normalmente indicam quais locais são realizados o curso aceitos pelo próprio fórum, lembro que após o curso será necessário entregar cópia do certificado no fórum.

No mês seguinte, eu e o marido realizamos ao curso, que foi bem esclarecedor e nos fez refletir sobre vários aspectos, tais como adoção tardia, adoção à brasileira, dificuldades após adoção, adoção inter-racial, entre outros aspectos. Prometo que depois farei um post detalhado sobre os aspectos abordado no curso.

Após a realização do curso, entrega de todos os documentos , inclusive o certificado do curso, o nosso processo foi encaminhado para assistente social e em seguida para a psicóloga, mas é importante esclarecer, que a ordem das entrevistas podem ser  diferentes dependendo de cada Fórum, de cada região.

Entre a entrega de todos os documentos e a primeira entrevista (assistente social) demoramos aproximadamente uns 02 meses. A adoçãoentrevista com assistente social foi realizada individualmente, ou seja, primeiro eu conversei com a assistente e depois o marido. As perguntas são basicamente sobre o desejo da adoção, sua rotina, seu salário, sua estabilidade.  Depois que ambos foram entrevistados, fomos liberados e informados que haveria uma visita da própria assistente em nossa casa. A visita aconteceu aproximadamente um mês depois, e foi devidamente agendada conosco. O relatório da assistente social foi positivo e liberado no máximo 15 (quinze) dias após visita na nossa casa. Achei super rápido, se comparado com o processo da psicóloga.

Já o agendamento da entrevista com a psicóloga demorou aproximadamente 03 (três) após a liberação da assistente social. A entrevista com a psicóloga foi realizada em conjunto, ou seja, eu e o marido fomos entrevistados juntos, diferente da assistente social. A psicóloga questionou muito sobre a nossa infância, sobre a nossa relação com os nossos pais, a aceitação adoção pela família, e por fim, a nossa decisão sobre adoção. Muitos amigos nos orientaram a dizer que não queríamos mais engravidar, mas eu sou como a super sincera (as vezes sofro por isso) e por apoio do marido decidimos falar a verdade, pois eu acredito que adoção não impede a gestação, assim como a gestação não impede a adoção. Outro assunto que tratamos na entrevista é o formulário sobre as características do filho (momento tenso). Após a entrevista, esperamos mais quase 02 meses para a liberação do relatório da psicóloga, que graças a Deus foi favorável.

A sentença da habilitação aconteceu mais ou menos 15 dias após laudo positivo da psicóloga, sendo que o Ministério Público também foi favorável a habilitação.

Apenas para concluir, o meu processo de adoção começou em julho de 2015 e em maio de 2016 tivemos a sentença de habilitação, ou seja, todo o processo demorou cerca de 10 (dez) meses, agora estamos habilitados, e aguardando o telefone tocar para a chegada do nosso(a) filho(a).

Beijos

Tati

Gravidezumsonho

Entrevista com a Psicologa 

Na semana passada (01/03/2016) tivemos a entrevista com a psicologa do Fórum para habilitação. A Psicologa nos atendeu no horário e a entrevista demorou 4 horas sem intervalo. Diferente do que eu pensava, eu e o marido ficamos juntos da entrevista. A psicologa iniciou solicitando que fizessemos um cronograma da nossa vida, colocando as nossas lembranças de infância em uma folha. 

Depois ela perguntou sobre a família e vida do marido e em seguida sobre a minha. Durante a entrevista ela focou bastante na nossa infância e em nossos pais. Para ajudar vocês vou exemplificar: Grau de instrução dos familiares, Lembranças da infância, o que os nossos pais representam para nós.
Após nossa infância direcionou para o casal, resumimos nossa jornada como casal, então, ela questionou: o que era adoção para nós; adoção x gestação; quando surgiu a ideia de adoção.
Para finalizar perguntou sobre a nossa atitude diante da dificuldade com os nossos filhos, como dificuldade escolar, problemas comportamentais, e nossa resposta foi que iremos buscar ajuda profissional!!! Ela apenas esclareceu que uma criança adotada pode sim ter algumas dificuldades, afinal não sabemos durante a sua gestação a progenitora fez uso de drogas e medicamentos!!!! 
Minha dica é seja sincero e vá de coração aberto!!!! 
Gravidezumsonho 

Entrevista Psicóloga

Nesta última semana, eu e o meu marido recebemos um e-mail nos convocando para a entrevista com a psicóloga do fórum!!! Ficamos felizes com o movimento do processo, mas confesso que esperava que a entrevista aconteceria em janeiro/2016, mas a convocação foi apenas para fevereiro/2016!

Mas, o negócio é ficar feliz!!!! 

No prazo máximo de 01 ano eu estarei habilitada!!!! E depois é esperar!!!!

Beijos

Gravidezumsonho 

 

Meu processo de adoção

Em meados de 2015, eu e o marido decidimos dar um passo importante e ingressar com o tão sonhado processo de adoção. Como já disse anteriormente, sempre tivemos sonhando em adotar, mas antes queríamos ter primeiros os filhos do ventre para depois partir para o filho do coração.

Acontece que como a vida não funciona exatamente como queremos, e depois de alguns abortos, entendemos que talvez Deus quisesse que fosse de forma diferente do que planejávamos.

Bom, conversei muito com Deus e entreguei nas mãos dele, que a ordem dos filhos fossem do jeito que eles julgasse ser melhor. Com isso, 15 dias depois do último aborto, juntamos a documentação necessária e ingressamos com o processo judicial.

Em no máximo 15 dias depois, o meu marido recebeu uma ligação do Fórum que teria uma reunião com os pretendentes a adoção. Nisso, fomos na reunião inicial que foi como uma dinâmica de grupo, sendo que assistente social e as psicólogas já nos faziam uma prévia análise.  Nessa dinâmica de grupo discutimos assuntos como: adoção tardia, adoção inter-racial,  adoção a brasileira (adoção consentida pela mãe biológica que quer entregar o bebê para um casal especifico, depois farei um post sobre isso), entre outros assuntos.

Essa primeira reunião foi muito legal, e tivemos indicação de um casal gay sobre um curso no interior de São Paulo realizado por uma ONG, que não tinha fila de espera e que era um curso mais rápido. Então, no mês seguinte realizamos o curso e entregamos lá no processo.

Pouco tempo depois (Novembro de 2015)teríamos que ir até a Entrevista com a Assistente Social no Fórum. Essa entrevista nos preocupava muito, porque uma amiga havia sido recusada nesta entrevista (Ela ainda não aceita a sua infertilidade, ela nunca teve a vontade de adotar, diferente de mim). Depois de avisarmos a família e conversamos com alguns amigos, recebemos algumas dicas para entrevista, como “escolha irmãos”, “deixe um perfil mais amplo e depois de habilitada você muda”, “não fale que você ainda está tentando engravidar”, entre outras, mas preferimos sermos sinceros.

A entrevista foi super tranquila, foi um bate papo sincero, primeiro a assistente social conversou comigo, e eu como sou desinibida antecipei-me e já falei tudo que penso, desejo e espero. Em seguida, ela conversou com o meu marido, e fomos embora aguardando um retorno para visita em nossa casa.

A visita aconteceu no final do mês de novembro de 2015, foi super rápida (menos de 05 minutos), ela basicamente conheceu o ambiente, e logo quis procurar o quarto para o bebê e em seguida a assistente emitiu o relatório positivo.

Agora, eu estou esperando a entrevista com a Psicóloga.

Beijos

Tati

Gravidez um Sonho

Adoção: Primeiros passos

Eu quero uma família, a forma pouco me importa, eu quero ser mãe e vou ser 😉!!!
Bom hoje quero escrever sobre o processo de adoção porque algumas#instamigas pediram.

Para ingressar com a habilitação da adoção será necessário apresentar uma lista de documentos dos adotantes, são eles:

  • documento de identidade;
  • comprovante de residência;
  • comprovante de rendimento;
  • atestado médico de bom estado de saúde, psicologico e financeiro;
  • certidão cível e certidão criminal;
  • Fotos da residência.

Em posse desses documentos procure o fórum mais próximo da sua residência ou um advogado.
Como sou advogada fiz a solicitação de for ma eletrônica e entreguei uma procuração do meu marido (@papaitentante).

O bom de constituir um advogado é que assim ele acompanha o processo de perto.
Os próximos passos é realizar o curso, depois do curso será necessário entrevista com um psicologo do Fórum.
Acho que é isso!!! Boa sorte para nós!!!!

Papai do céu nos caminhará para nosso sonho❤️😘

#gravidezumsonho
#adoção #vousermae #fe