Mãe de Anjo por Amanda Pascoal

Olá pessoal!!

 É muito bom estar com vocês novamente!!! Fico imensamente grata a Tati pela oportunidade de escrever no seu espaço. Antes de começar a falar sobre o assunto em si, preciso dividir algo com todos. Já faz muito tempo que a Tati vem pedindo esse assunto para eu tratar no blog e eu me esquivo igual pugilista….rs. Gente nunca pensei que fosse tão difícil escrever sobre um assunto na minha vida!!! E eu digo quando trato no consultório também…

baby_child_wings_angel_25665_3840x2400

 Mãe de Anjo não é um conteúdo que me sinto a vontade em falar, a titulo de curiosidade, a primeira vez que uma paciente chegou com essa questão, eu quase chorei com ela, tive que controlar as lágrimas, afinal de contas ela que tinha que ser acolhida não eu!!! Mas vamos lá…

 Minha intenção é falar sobre como lidar com todos esses sentimentos que  transbordam neste período.

 A primeira coisa a se fazer é viver esse luto, sentir os sentimentos que acompanham a perda, se precisar ficar triste, fique triste, se precisar chorar, chore, se precisar falar, fale, se precisar ficar quieta, fique quieta, é o seu momento de sofrimento, é normal se sentir assim. O luto não tem um prazo definido para terminar, porém se ele perdura por mais de um ano e você vive a dor com a mesma intensidade e se sente da mesma forma lá do começo, o ideal é procurar ajuda médica e psicológica. A dor e o sofrimento tem que diminuir gradativamente. O que acontece neste cenário de mundo atual é que as pessoas tem uma baixa tolerância a sofrimento alheio, isso quer dizer que elas não conseguem lidar com o sofrimento dos outros e ficam forçando a pessoa a sair do luto. Cada pessoa tem seu tempo e se estiver difícil sozinha procure ajuda, você não precisa sofrer sozinha!!!

 Não tente controlar tudo!! Viva a sua gestação. Para as que estão gravidinhas novamente é tentar deixar de lado o pensamento com o conteúdo da possibilidade do novo bebê vir a falecer, eu imagino como deva ser dificílimo e esta sombra deve aterrorizar qualquer Mãe de anjo, porém fica impossível controlar 100% que nada irá acontecer, o que se pode fazer é amenizar, que nem a Tati, ela descobriu o que tinha tomou as devidas precauções para que o que tivesse em suas mãos fosse amenizado, isso é prevenção e isso tem que ser feito, para sua segurança e a do bebê.

  O novo bebê não pode vir com a missão de substituir o Anjinho, esse novo bebê é outro ser humano, com outra personalidade, com outras características e isso tem que ficar bem compreendido para não gerar confusão em vocês e no bebê.

 Acredito que essas dicas dão uma organizada nas ideias que devem estar bem desorganizada. Espero ter ajudado, deixem seus comentários e sugestões.

Beijinhos

Amanda G. Pascoal

Psicóloga – CRP: 06/93868

Consultora em Aleitamento Materno

Especialista em Sono Infantil

(11) 3462-3227

Anúncios

Mãe de Anjo: Como enfrentar o Luto

Ser mãe de anjo é uma missão ao mesmo tempo linda e difícil. Enfrentar o luto quando se está muito próximo da alegria de uma nova vida não é fácil. E por isso optei escrever esse texto para demonstrar como enfrentei o luto e o que realmente me ajudou.

Um ponto super importante é permitir que os pais (pai e mãe) do anjo sofram, sim, eles podem e devem chorar, afinal isso em faz parte do luto. Se os parentes e amigos quiserem ajudar apenas dê um abraço ou um ombro amigo, nessa fase é a única coisa que pode ser feita. Frases como “logo você terá outro bebê” não ajudam, muito pelo contrário, afinal um filho jamais substituirá o outro.

Chorar faz parte, mas a vida continua e é necessário continuar a viver, aprender a administrar a dor e a saudade, o tempo ajuda quase tudo!

No começo parece impossível continuar vivendo, mas a rotina faz com tudo volte ao seu lugar. No início é muito difícil retomar a rotina, sair de casa, enfrentar o mundo, enfrentar as pessoas, garanto que vai doer muitoooo nos primeiros dias da nova rotina , mas o dia dia se encarrega de lhe ajudar.

Algumas coisas que ouvi durante o meu luto que me ajudaram muito:
“Saudades é o amor que fica”: então, vamos pensar no amor que sempre teremos pelos nossos anjos, isso é o que mais importa.
“você foi escolhida por Deus para que esse anjo cumprisse essa missão aqui na Terra”: então, não existe culpados pelo que aconteceu, ainda que tenha acontecido uma falha, isso iria acontecer de qualquer forma, porque Deus quis assim, porque Deus lhe deu a missão de ser mãe de anjo, Deus lhe deu esse anjo que teria uma vida tão curta. Creia era essa a missão do seu bebê, e era sua missão ser mãe desse bebê, você deu a oportunidade desse anjo cumprir a missão dele.

E o mais importante de tudo, aceite o que aconteceu, mas se permita continuar a viver, seu bebê não está aqui, e sua vida precisa continuar. Aprenda a não viver no passado e nem no futuro…cada filho sempre terá o seu amor, e seu anjo será para sempre o seu filho amado.

Nova Gravidez após uma perda

Mãe de Anjo é uma missão super difícil, e retomar a vida e engravidar novamente é algo natural, mas como será a nova gravidez após a perda gestacional?

A nova gravidez é um misto de alegria, lembranças e medo, afinal um filho será sempre um filho, e o filho perdido será sempre lembrado. Além disso, a mamãe também recorda dos momentos de dor da perda anterior, o que pode lhe causar medo e preocupações.

Lógico que a alegria deve ser maior que o medo, mas o medo vai sempre existir, por isso é de suma importância que a mamãe esteja bem amparada, com médicos de confiança e, se possível, com tratamento psicológico. Um medico de confiança poderá trazer calma para a mamãe, confiança que ela está sendo bem acompanhada (eu por exemplo, faço Ultrassom a cada 10 dias) e que toda e qualquer alteração durante a gestação poderá ser solucionada pelos médicos.  Já o tratamento psicologico irá ajudar a manter o passado no passado e fazer com que se viva de forma leve no presente, lógico que não se pode esquecer o passado, mas o que não pode é reviver o passado, o passado pode e sempre será lembrado.

baby_child_wings_angel_25665_3840x2400

O passado deve ser respeitado pela mamãe, papai, familiares, amigos e até mesmo pelos médicos. A mamãe deve ter seus sentimentos respeitados, sendo que os amigos e familiares não podem fingir que nada aconteceu, e que a mamãe não tem motivo para temer, porque sim ela tem motivos para ter medo, mas esse medo não pode lhe dominar. O que os amigos e familiares devem fazer é estimular a mamãe e o papai a serem otimistas e que dessa vez tudo acontecerá de forma diferente, que dessa vez terá um final feliz.

Outra coisa que pode acontecer (e comigo isso já aconteceu algumas vezes) é confundir o nome do bebê desta gravidez com o bebê anjinho. E quando isso acontece, vem uma saudades, uma culpa desta confusão mental, afinal sabemos que cada filho é único, e nenhum filho substitui o outro. Por outro lado, essa confusão com nome mostra que o amor pelos dois filhos é gigante, e que ambos estão muito presente no coração da mamãe.

O mais importante é que a mamãe entenda que cada gravidez é única, e que cada filho é diferente do outro, e que mesmo com o medo a mamãe pode e deve ser feliz nesta nova gestação, sem se culpar pela sua felicidade.

Um ano sem o Lucca

Há um ano eu sentia meu coração dilacerado, há um ano eu me tornava mãe de anjo, há um ano Lucca se tornava um anjinho!!! Filho, mamãe não lhe amamentou, mamãe não trocou sua fralda, mamãe não passou as noites ao seu lado, mamãe não lhe ensinou a falar, mamãe não brincou com você, não sei se você seria chorão ou risonho, não sei se você teria cólica ou não, mas para a mamãe nada disso importa…..eu lhe amei incondicionalmente, aliás meu amor por você será incondicional!!!

Obrigada por me permitir descobrir o que é o amor incondicional, obrigada por sentir você mexer em meu ventre, obrigada por tudo, desculpe por qualquer coisa!!!

Saudades eternas💔!!!! Certeza que o titio está cuidando bem de você aí em cima😢❤️ 

 

Bye bye 2015

Bom, o que falar de 2015? Um ano que realmente mudou minha vida, iniciei o ano em um leito do hospital lutando para manter o Lucca!!! Minha luta, apesar de todo o amor e fé, foi em vão, em 07/01/2015 eu realizava meu primeiro parto, eu fui mãe pela primeira vez, e fui mãe de anjo, tudo em alguns momentos. Sensação de ir do céu ao inferno em poucos dias, um dos dias mais esperados por uma mulher e um dos piores dias da minha vida!!!E como já havia vivido anos antes (com meu irmão), a vida continua e temos que seguir em frente, recolher todos os caquinhos e levantar, mesmo com 💔!!! Após conseguir ficar de pé novamente, bora tentar novamente e agora já sei os tratamentos!!! Bora enfrentar todos os monstros, e eis que novos desafios estavam por vir, tratamento que deu certo com o Lucca falhava dessa vez😢!!!! 

Agora é hora de dar Adeus a 2015, agradecer tudo que aprendi, e ter esperança que 2016 me traga toda a felicidade que 2015 me roubou!!!! 

Vem 2016, e me surpreenda positivamente!!!!

Gravidezumsonho  

 

Natal e Saudades

Esse Natal foi bem difícil para mim, não teve como não lembrar do último Natal, quando o Lucca estava na minha barriga!!!! Eu estava em uma felicidade plena e tinha certeza que assim seria por muitos anos!!! Eu não posso reclamar, porque eu tenho uma família maravilhosa, e até meu irmão falecer em 2011, todos os Natais eram de muita alegria!!! 

Depois que meu irmão faleceu, para mim, o Natal tinha perdido aquela luz, e só consegui retomar a luz no Natal em que o Lucca estava na minha barriga!!!
Esse ano quando o papai noel (@papaitentante) chegou uma dor apontou em meu coração, a Saudades do Lucca bateu com força!!!! Desculpem o desabafo, mas as mães de anjo vão me compreender!!!
Beijo Grande em todas vocês!!!!
Gravidez um sonho

Gratidão Filho

Hoje foi um dia que acordei triste, aí lembrei do projeto #100diasdegratidao e pensei “xiii hoje é o só o dia 2, melhor mudar o pensamento”, aí comecei a agradecer a minha vida, agradecer a oportunidade de ter carregado o Lucca por 05 meses em meu ventre, sempre será difícil não ter meu Lucca nos meus braços, mas fui escolhida por Deus para ser mãe de um anjo, dei a oportunidade de uma encarnação tão curta….vou agradecer a Deus a oportunidade de ser mãe de anjo, agradecer a Deus a oportunidade de ter um filho em meu ventre, agradecer a oportunidade de ser feliz por inteiro por alguns meses, agradecer por saber o que amar incondicionalmente (não sei nada sobre meu anjo, simplesmente amo muito ele), agradecer a Deus por me mostrar que é possível ser mãe, agradecer todos os aprendizados que adquiri nessa dura prova.

Agradeço porque hoje sou uma pessoa muito melhor do que ontem.

Obs: A dor é inevitável, o sofrimento uma opção.
#gravidezumsonho
#iic #abortoderepeticao #gratidao #dia2#fe #maedeanjo #otimismo#tudotemumladobom

Sonhei com você Lucca

Ontem fui na festa do meu padrinho, ele fez 60 anos, e meus primos fizeram uma festa surpresa para ele. A Festa foi em um buffet infantil, e vi um bebê que seria da mesma idade do Lucca (minha gravidez era de mesma semana que da mãe dele) e decidi escrever essa carta ao meu anjinho Lucca:


“Filho, como sonhei com você em meus braços, como sonhei em amamentar você, como sonhei no dia do seu parto, como desejei fazer você dormir, como sonhei em lhe trocar, como quis ouvir você me chamar de mamãe, como quis conhecer sua voz, ouvir seu choro, beijar e abraçar você….Sei que o papai do céu preferiu ter você com ele, mas a mamãe ama você e senti muito a falta de você filho….
Meu anjo, meu amor, saudades de você, saudades do que eu queria viver com você….”


#gravidezumsonho #iic #maedeanjo#luccameufilho #luccamamaelheama#anjolucca #abortoderepeticao#saudadessempre #luccameuanjo

Carta ao meu anjo Lucca

Escrevi logo ao sair do hospital Uma carta ao meu amado filho….

“Meu princípe, Lucca, obrigada pela oportunidade de me mostrar o que é ser mãe. Obrigada meu filho por cada ultrassom que eu podia te ver, cada ultrassom era uma felicidade sem tamanho. Por falar em felicidade você demonstrou para mim que a Felicdade é possível, foram 21 semanas e 06 dias de felicidade. Obrigada por cada chute, eu ia até as estrelas com eles. Obrigada por trazer alegria ao Meu Natal, a muito tempo eu não curtia o Natal dessa maneira, e olha que sempre amei o Natal até a despedida do seu tio Fabinho. Por falar no seu Tio, espero que ele esteja lhe recebendo aí com muito amor. Obrigada por me ensinar que ser mãe é abnegar a tudo por um filho. Você foi e sempre será muito amado por aqui e tenho certeza que será muito amado aí também. Você estará sempre em meu coração. Mamãe te ama muito.”

Meu primeiro positivo, meu primeiro aborto ;(

Explicando um pouquinho mais sobre meus abortos iniciais.

Em 2012 eu decidi que queria ser mãe, parei de tomar anticoncepcional em fevereiro e em maio engravidei….uma mistura de emoção, estava feliz e ao mesmo medo preocupada pela responsabilidade. Fui ao médico com 05 semanas e estava tudo bem…a felicidade era tanta que comecei a falar para todos. Infelizmente, a felicidade durou muito pouco, com 07 semanas tive uma “borra” de sangue e fui ao médico….ao chegar lá me deparei com um saco gestacional sem embrião….

Meu mundo caiu….meu chão se abriu!!! Liguei para o meu marido que foi me buscar. Liguei chorando para minha mãe e não consegui falar, então, achei minha irmã e desabei….

Então, começa a minha luta contra a infertilidade.