Amamentação: dificuldades

Sempre ouvi falar que a amamentação era maravilhosa, que era uma realização da mulher, mas pouco se fala sobre as dificuldades da amamentação.

Sempre imaginei que a amamentação era algo mega natural, pensava que bastava colocar o peito na boca da criança e “plim” a mágica acontecia, porém não é bem assim. Palavras como prega, pega, sucção, na minha cabeça, não estava associada a amamentação.

Tive que aprender a fazer a prega (que existe variações), tive que aprender a colocar o meu filho em posição de amamentar (sim, no começo era muito difícil).  E da mesma forma que tudo era novo para mim, tudo também era novo para o meu filho! Nasceu uma mãe, nasceu um filho, nasceu uma conexão, nasceu um amor completamente diferente, mas tudo isso sem qualquer manual de instruções. Fomos aprendendo a cada dia, a cada mamada, tivemos momentos de tensão, tivemos momentos de choro, tivemos momentos de dor e por fim, chega-se a magia.

Confesso que nunca sonhei em amamentar, mas quando meu filho nasceu eu tive vontade de amamentar, tive vontade de passar por essa experiência, e sim me esforcei para amamentar. Tanto quis amamentar que busquei profissionais para me dar assessoria.
Os primeiros dias foi um stress, o tal do colostro irritava meu filho, era muito esforço para pouco leite. No Hospital, meu peito se tornou de utilidade pública, eu vivia pedindo ajuda para enfermagem, que chegavam e apertavam o bico do meu seio (kkkk), e de verdade eu não me importava com isso. Confesso, as enfermeiras chegavam, faziam a prega e a amamentação acontecia, elas iam embora e começava a briga com a tal da prega.

Enfim, fomos para casa, o leite finalmente desceu, o aprendizado continuava, cada dia ficava mais fácil e menos doloroso….mas a “mágica” deve ter demorado mais de 20 dias para acontecer. Essa é lado B da amamentação, pouco dito ou pouco escrito.

E agora a dica de alguns livros que podem ajudar nesta dura jornada da amamentação:

Boa sorte para as mamães.

Anúncios

Entrevista com a Fotógrafa  Anne Ulson sobre Lifestyle

Após meu ensaio fotográfico com a querida Anne Ulson, eu tive a idéia de esclarecer sobre as fotos Lifestyle, que foi o estilo que eu tirei.

Então, vamos lá:

Tati: Anne, como você iniciou sua carreira? E como você descobriu esse seu Dom?

Anne: Bom, meus pais sempre foram apreciadores de arte e livros. Passei minha infância admirando fotografias dos livros da biblioteca do meu pai, que também é um excelente fotógrafo. Aos 17 anos tive o privilégio de morar em Chicago na residência de uma renomada artista norte-americana, chamada Ginny Sykes, foi lá onde abri meus horizontes e conheci trabalhos de outros fotógrafos de perto. Passei então a fotografar por hobbie. No início de 2009 decidi me especializar, fui estudar fotografia, seis meses depois, fiz meus primeiros trabalhos fotográficos profissionais.

Tati: O que é esse lifestyle no mundo da fotografia? E quais situações é mais indicado?

Anne: Lifestyle é um estilo de fotografar que retrata de forma intimista, o cotidiano de quem é fotografado. Casal deitado na cama com preguiça, criança feliz tomando banho de mangueira no jardim, um abraço gostoso no sofá, brincadeiras com os pets… Imagine uma manhã de domingo em família, esse é o espirito! Indicado para casais que buscam fotografias espontâneas, naturais, repletas de bons sentimentos e muito amor.

Tati: Quais ambientes você acha mais apropriados para ensaio gestante e de família?

Anne: Sem dúvida nenhuma o ambiente deve ser algo bem familiar, que faça parte da rotina e da história da família, local onde todos se sintam à vontade, que traga bons sentimentos, boas lembranças, afinal esse ambiente também será eternizado nas fotografias. Já fiz trabalhos em hotéis durante as férias da família, também em praças e ao ar-livre, com resultados muito especiais. Afinal, nada melhor para extrair alegria nas imagens, que um local que propicia FELICIDADE.

Tati: Quais as dicas de roupa para fazer um ensaio fotográfico (seja gestante ou de família)?

Anne: Sou um pessoa que ama o básico, o natural. Isso faz parte da minha personalidade, da minha essência… Minhas clientes são atraídas pelo meu estilo fotográfico clean. Muitos casos, minhas clientes já sabem o que querem… Mesmo assim acabo sugerindo para a família roupas leves, confortáveis, em tons claros e pastéis. Sem logo marca em evidência, nem acessórios pesados como colares e relógios chamativos. O foco está nas pessoas e no sentimento, não nos objetos.
Para as gestantes, recomendo tops que mostram a barriga, shorts ou pantalonas. Amo fotografar mulheres com renda, lingerie e camisolas românticas. Para homens, bermudas caquis e camisetas branca. Pés descalços são essenciais para uma foto natural.

Tati: O ensaio gestante deve ser feito em qual época da gestação? E Por quê?

Anne: Eu recomendo fazer as fotografias entre 30 a 32 semanas, momento em que a barriga começa a ficar bem redondinha e a gestante não está tão cansada. Mas, nada impede de fotografarmos mais para frente. Isso varia de gestante para gestante. O importante é se sentir feliz e iluminada, afinal uma vida cresce dentro de você e não tem nada mais especial que isso.

Tati: Tem alguma dica de foto para as gestantes e mamães que não podem contratar um profissional? Tem indicação de algum aplicativo de edição não profissional?

Anne: Dispense o uso de flash. Fotografe sempre durante o dia, sob a luz do começo da manhã ou final de tarde, se o sol estiver forte procure uma sombra suave. Em ambientes internos aproveite a luz natural que vem de janelas e varandas. Cuidado que o fundo pode poluir imagens em sua composição. Para quem fotografa com o smartphone, o Snapseed é um aplicativo com excelentes ferramentas de edição. Cuidado com muito contraste das edições de família, tudo tem que ser leve…

Todas as fotos utilizadas neste post são de propriedade de Anne Ulson Fotografia e protegidas nos termos da lei.

Fotos Gestantes 

O mundo da gravidez é um tanto mágico, muitas mulheres, assim como eu, sonharam e lutaram muito para conquistar a linda barriga de gestante. Então, nada melhor que aproveitar e tirar muitas fotos, né?

Uma dica super legal é fotografar a evolução da gestação, pode ser foto semanal, quinzenal ou até mensal (vai de cada um, só não pode esquecer de tirar a fotinho).

As fotos podem depender bastante da grávida ou do casal, pode ser estilo romântica ou estilo divertida, essas são bem legais! Vale a pena procurar na internet algumas fotos para ter ideias.

        
Se você tiver fotos do Ultrassom também vale a pena inserir nas fotos, assim como alguns itens do seu bebê!!!

20161219_185325 [447455].jpg

Inspire-se nas datas comemorativas e use a criatividade com seu barrigão.

            

Outras fotos legais são em ambientes abertos como parques, praias e piscinas.

img_4660

Tente tirar muitas fotos em seu dia a dia, acredite 9 meses passam rapidinho, e depois você já vai ficando craque para fotografar seu bebê.

       

Alguns aplicativos ajudam: Pinterest e Instagram são ótimos para buscar inspirações, e o Aplicativo (App) BabyPics é bem legal para brincar com as fotos. Outra opção é fazer um curso on line de Photoshop, como da WFour Cursos por exemplo.

Lógico que se você tiver condições, contrate um bom profissional para realizar um ensaio fotográfico, porque isso faz muita diferença! Eu tirei muitas em casa sozinha com meu marido, mas também fiz o ensaio, e acho que quanto mais fotos melhor 😉.

Bjks

Tati – @gravidezumsonho

Músicas para ouvir durante a gestação

A gravidez é um período de muita conexão entre a mamãe, o papai e o bebê, e a música pode desempenhar um papel bem importante para essa conexão. Alguns estudos demonstraram que  a musicaterapia durante a gestação ajudam acalmar a mamãe, podendo auxiliar inclusive na qualidade do sono da mamãe.

A parti das 21°  semanas de gestação o bebê já consegue ouvir sons externos, e por isso a música pode estimular ainda mais a relação entre a mamãe, o papai e o bebê.

Minha conexão com o Nicolas

Como estou de repouso, eu costumo realizar essa musicaterapia com o Nicolas logo ao acordar, aproveito a preguicinha matinal e coloco algumas músicas para aumentar a minha conexão com o meu filho.

Iniciei essa rotina no segundo trimestre da gestação, quando eu já estava mais calma e mais segura durante a gestação.

Não são todos os dias que consigo ouvir a playlist que selecionei, mas escuto normalmente de uma a duas vezes por semana.

Minha Playlist

Agora, vou mostrar para vocês a minha playlist:img_4586

Outras sugestões de música

Algumas outras sugestões de música para vocês:

 

Espero que tenha ajudado vocês 🙂

 

Tati – @Gravidezumsonho

Enxoval de Bebê: Nicolas – I

Hoje irei falar um pouquinho do enxoval do pequeno Nicolas. No começo tudo me assustava, porque não conheço alguns termos como chuquinha, cueiro, mijão, e com o tempo tudo isso foi se encaixando.

Primeiro passo é fazer uma lista do que será necessário, e essa foi a lista que eu optei em seguir (juntei algumas que eu recebi).

Roupas

As roupinhas do Nicolas eu comprei a maioria na Carters, como vocês sabem eu fiz algumas compras internacionais e fiz a contratação de reenvio para o Brasil. A WalMart Brasil também vende alguns itens da Carter.

De roupa comprei uns conjuntos (calça bodies),  kit de bodies, macacão, pijamas, e algumas calças avulsas (mijão). Lembre-se de adequar o tamanho das peças com a estação, por exemplo, o Nicolas nascerá no Calor, então, as roupas de inverno serão de 06/09 meses.

Outras lojas que comprei: Amazon, RennerTyrol (tem uma loja de fabrica pertinho da minha casa – Tatuapé).

Mamadeiras e Chupetas

As mamadeiras eu comprei uns kit da Avent: Kit de mamadeira Petalas  , Kit de mamadeira de 250ml, comprei um esterilizador de micro-ondas (não comprei da avent, comprei da marca muchink), copo de transição  e um porta leite em pó.

As chupetas também optei pela soothie  também da Avent, diz que é calmante, e que ajuda ao bebê o estímulo da amamentação.

Além da Avent, algumas marcas são bem indicadas: MAM, NUK, entre outras. Acho que os pais podem escolher a melhor marca para o seu bolso.

Detalhe importante tanto os bicos da mamadeira como as chupetas tem tamanho, portanto atente-se a isso nas compras do enxoval.

Berço Portátil 

Ainda não comprei o berço portátil, eu estava louca por uma da marca 4moms, mas não vende no Brasil, e o preço dos EUA já não é tão baratinho, então, optamos por comprar o Cielo da Marca Infanti, que já tive indicação.

Banho

As indicações para a banheira era sempre de comprar uma mais simples, mas muitas amigas compraram e gostaram da Burigotto, eu comprei a splash, mas acho que independe de marca, lembre-se apenas de ter um bom suporte e que a banheira fique em uma altura adequada, evitando as dores nas costas no papai e na mamãe.

Já os produtos para o banho tive indicação de usar o tradicional Johnson, mas acho que aqui é uma questão de gosto, né? Uma super dica é que o sabonete tenha aquele pump (que seja de apertar), porque é mais prático do que você ter que abrir a tampa segurando o bebê, apenas um facilitador para o dia a dia.

Kit Higiene 

Não sou uma eterna romântica e por isso, não sonhava com aqueles kits de higiene cheio lindos e perfeitos, e como não sei se usarei tanto assim o kit (é algo muito pessoal, algumas mães dizem que super útil  e outras dizem que não usaram), optei por um kit de higiene simples, e assim eu mesmo fiz o kit de higiene do Nicolas.  De forma bem resumida, comprei online os potinhos de porcelana na TokStok e a garrafa térmica nas Americanas, e comprei em uma loja do bairro a bandeja de madeira, depois fiz alguns enfeites com fita de cetim e papel contact (mas vai da criatividade e gosto de cada um).

Bom, esse será o primeiro texto sobre enxoval. Depois eu faço outros, se vocês tiverem alguma dúvida ou quiserem algum tema específico mande e-mail ou deixe aqui no comentário.

Bjks

Tati

@Gravidezumsonho

Cuidados na Gravidez 

Toda gestante se preocupa com sua beleza e ao mesmo tempo com os cuidados permitidos durante a gravidez, confesso que por causa do repouso eu deixei muita vaidade de lado, e os cuidados na gravidez foram poucos, mas mesmo assim decidi escrever para vocês.

No Rosto durante a gravidez eu usei poucos produtos, mudei meu sabonete fácil para o dermotivin (por indicação da minha ginecologista) e protetor solar. Optei por não passar por uma dermatologista por causa do repouso, mas o ideal é ir no médico especialista, no caso Dermatologista.   Alguns procedimentos não devem ser feitos durante a gestação como botox ou peeling. Lembro que qualquer produto anti-idade e anti-acne deve ser verificado com o Dermatologista, o ideal é suspender qualquer tratamento/cremes até que o Ginecolista ou dermatologista autorizem sem uso.

Hidratantes específicos para o corpo devem ser iniciados logo no início da gestação, porque nunca sabemos quando a barriga e o seio irão crescer, e o corpo hidratado diminui os riscos de estrias. Importante esclarecer que o fator genético é o que mais influencia na estrias da gestação, lógico que os cremes específicos, a ingestão de água e o controle de peso também ajudam a evitar essas chatas estrias. Bom, vamos aos cremes hidratantes que usei:

  • Mustela: gostei da hidratação, da consistência do creme e por não ter cheiro. O único problema é que achei que o creme fica descamando. Usei o para o específico para o seio também (agora a Mustela está substituindo os produtos pela linha Maternité).
  • Palmers: gostei muitooo da consistência (nem muito grosso e nem muito fino), achei a hidratação excelente, o único problema é que tem um cheiro de cacau, e que para grávida não é dos mais agradáveis, mas preferi o custo benefício.
  • Luciara: a hidratação também é boa, porém não gostei da consistência, achei bem grossa e por isso acho que não compensa, porque não conseguimos espalhar tão bem, e acabamos usando mais o produto. Ponto bom é que não tem cheiro.
  • Óleo de amêndoas: o queridinho entre as grávidas, eu não usei muito, mas sempre usei associado aos outros cremes. Uma dermatologista tinha me dado a dica de colocar um pouco de óleo de amêndoas nos cremes comum (eu usei da nívea), ela disse que a absorção do óleo e do creme melhora bastante. O lado positivo desse óleo é o preço, ele é baratinho e pode ser encontrado em qualquer farmácia ou perfumaria.

Alguns produtos indicados por outras grávidas: Bepantolmammy (já já vou comprar), Bio oil, cetaphil, BotiMamy (boticário).

E o mais importante é muitaaaaa água.

Agora vamos escrever um pouco sobre cabelos, eu mantive apenas hidratação e corte nos cabelos. Alguns médicos liberam alguns tipos de tintura no segundo trimestre e outros nem isso liberam, mas o ideal é conversar com a o seu ginecologista antes de qualquer tratamento. Na lista dos proibidos está a escova progressiva e definitiva.

Quanto a make, o ideal é manter algo bem suave no dia a dia e deixar as grandes produções para finais de semana e eventos especiais. Eu, por causa do repouso, usei muito pouco, mas quando tinha minhas escapadinhas usava apenas lápis, batom e rímel, porque o grande problema também é o uso do demaquilante! A Dermatologista que fui na gestação do Lucca dizia “menos é mais”, quanto menos produtos melhor.

Uma das poucas coisas de vaidade que mantive durante a gestação foi as unhas feitas semanalmente.

Bom, essa é minha experiência!!! Quem tiver dicas ou quiser compartilhar seus cuidados escreva nos comentários.

Beijos

Tati

@gravidezumsonho

Chá de Revelação: O que é?

O chá de revelação é uma festa organizada por gestante para revelar o sexo do bebê, pode ter brincadeiras, pode ter algumas formas de revelar o sexo, pode ser uma festa grande ou pode ser uma festa para poucos.

Há algumas formas de revelar o sexo do bebê: bolo ou bexigas.

A revelação pelo tradicional bolo é feita quando a confeiteira do bolo coloca cor no recheio do bolo, sendo que se for azul é menino e se for rosa menina.  E durante o evento todos ficam na expectativa para o corte do bolo.  Olha alguns modelos de bolo

Já a revelação pelas bexigas é quando uma organizadora do evento coloca bexigas rosa ou azul, depende do sexo do bebê, dentro de uma caixa, e a revelação acontece quando se abre a caixa. Aqui normalmente a bexiga é de gás Helio e assim que a caixa abre as bexigam sobem.  Fica uma linda foto, veja as fotos:

Alguns pais decidem fazer o exame de sexagem fetal a partir da 08 semana de gestação, e normalmente entregam o login e a senha do resultado diretamente para confeiteira ou organizadora do evento, assim, eles também são surpreendidos no momento da revelação. Mas alguns pais decidem esperar para descobrir pela ultrassonografia, e assim é mais difícil, a surpresa para os pais.

É possível fazer algumas brincadeiras durante o chá de revelação, principalmente quanto aos palpites, por exemplo, uma tabela de quem faz palpite para menino e menina, ou colocar adesivos rosa ou azul nos convidados de acordo com cada palpite, ou uma lista de palpites.  Olha alguns modelos:

A mesa de decoração normalmente é rosa e azul, e pode ser dividida entre um lado todo rosa e outro todo azul, ou simplesmente um misto entre rosa e azul. Também é possível fazer um painel atrás da mesa ou deixar pequenos detalhes.  Tudo vai variar do investimento, do número de convidados, do espaço onde será realizado o evento.

7-baby-gender-reveal-partyDSC04522IMG_8812

Se você é um convidados você pode levar um mimo para o bebê, fraldas, mordedores, panos de boca, brinquedinhos, entre outras coisas. Alguns pais já fazem sugestão de presente próprio convite.

O mais importante é a diversão e a felicidade da família e dos amigos.

Em breve farei um post em como organizei o meu chá de revelação.

Repouso na gravidez: o que fazer?

Durante o repouso na gravidez, o que fazer para ocupar o tempo? Como já dito em post anterior permanecerei de repouso até o final da gestação e para isso teremos que ter muita criatividade para não ficar irritada de ficar tanto tempo quietinha em casa.

Bom, para as grávidas nada melhor que pesquisar coisas do bebê pela internet, então, tenho pesquisado bastante sobre enxoval na internet, isso porque o enxoval vai ter que ser realizado on line. Talvez uma ou outra coisa eu precise ir até a loja, ou o marido vai e falamos por Skype para decidir tudo. É bem provável que a maioria das compras eu faça em site internacional e contrate alguma empresa para fazer o envio aqui para o Brasil, mas isso é uma ideia ainda. Se fizer eu conto tudinho para vocês.

Assistir televisão também é uma grande distração, procuro assistir seriados no Netflix (meu preferido é Grey’s Anatomy), filmes no Now, e até novelas da Globo (virei noveleira kkkk). Outra distração é ler, confesso que não tenho lido muito durante o repouso, mas já tenho 03 livros guardados para quando eu tomar coragem.

DSC04499

Atividades manuais também são bem legais, fiz alguns recortes para a decoração do chá de revelação do BabyJamaica, fazer crochê ou bordado também é uma distração para quem tiver paciência (eu não tenho kkk). Penso em fazer as lembrancinhas da maternidade e cabide decorado para o bebê, se tiver coordenação motora para isso, porque confesso que sou um pouco desastrada.

Outra distração também é escrever aqui no blog e escreve e para a minha coluna lá no almanaque dos pais (estou chique, né? Kkk). Isso é bom porque me sinto útil, ajudo muita gente e faço a cabeça funcionar também (afinal estou afastada do trabalho e daqui a pouco minha cabeça vai atrofiar kkkkk)

As redes sociais também ocupam grande parte do meu dia, um dos meus prediletos é o instagram, mas uso também o facebook, o snap e o viciante whatsapp. O facebook e o snap eu uso apenas para minha vida particular, quem sabe eu não me empolgue e faço um para o gravidez um sonho. Vou pensar sobre o assunto, mas tenho medo de não me dedicar o suficiente quando meu baby nascer.

E ainda tenho alguns joguinhos no celular que fico por horas gastando o meu tempo, não acho que é a opção mais saudável, mas é uma forma de passar o tempo.

Bom, essas são as ideias que tenho para vocês que estão de repouso passar o tempo. Aproveitar para descansar e curtir a casa e o baby.

Beijão

Tati
Gravidez Um Sonho

Repouso durante a Gravidez

Como vocês sabem, a minha gestação é uma gestação de risco por causa da Insuficiência Istmo Cervical eu terei que permanecer de repouso durante a gestação.

Existe vários tipos de repouso: repouso absoluto, repouso relativo e repouso leve. Bom, cada pessoa entende de uma forma como é cada um desses repousos, por isso vou escrever um pouco sobre os repousos que eu já tive.

Quando eu descobri a IIC (Insuficiência Istmo Cervical) eu tive que permanecer de repouso absoluto no hospital, ou seja, eu não podia levantar do leito, eu  tomava banho no leito (as enfermeira me davam banho), o banheiro era pela comadre (o tal do peniquinho). Eu permaneci neste repouso por 10 dias, porque eu o meu colo estava dilatado e  estava com a bolsa protusa (bolsa no canal vaginal). Infelizmente, sai do repouso porque entrei em trabalho de parto precoce com 21 semanas de gestação e o meu anjo Lucca não sobreviveu (snif, snif).

Agora, nesta gestação do babyjamaica eu fiz a Cerclagem e pelo histórico (perda do Lucca), eu e a médica achamos melhor permanecer de repouso. Logo após a cerclagem eu fiz um repouso mais fortinho, eu só levantava para tomar banho, comer e ir banheiro, e o resto do dia permanecia deitada.

Após 10 dias da cerclagem, o meu repouso mudou, posso ficar sentada, levantar para tomar banho, ir ao banheiro, e posso caminhar pela casa, mas não posso permanecer muito tempo de pé. A médica até me liberou para ir em restaurantes e casas de amigos, desde que eu não suba escadas, não agache, não caminhe muito, e que eu permaneça sentada nesses locais. Ou seja, não posso ficar em pé em uma festa ou em qualquer outro lugar. Só posso ir aos lugares de carro, porque não posso ficar muito tempo em pé.

Lógico que o equilíbrio é muito importante, por exemplo, antes eu e o meu esposo saímos o final de semana inteiro, e durante a gestação (digo pós cerclagem) optamos por sair apenas um dia do final de semana.  Também tenho permanecido praticamente a tarde toda deitada, eu opto por ficar sentada apenas quando eu preciso fazer algo. Ressalto que a médica pediu para que ficasse sentada até para evitar trombose.

Repouso

Fonte: http://celulasmadre.secuvita.es/blog-celulas-madre/el-riesgo-de-depresin-comienza-en-el-tero

Por precaução permanecerei neste repouso, que na mina opinião é repouso leve, até o final da gestação, afinal eu poderei sair de casa, poderei ficar sentada, e sinceramente eu prefiro por cautela ficar assim mesmo, tentando evitar um repouso absoluto mais para frente. É claro que se o repouso absoluto for necessário e indicado pela médica, eu ficarei e ficarei sem chateação, afinal tudo pelo meu bebê.

Por isso, é muito importante que alinhe os detalhes do repouso com o médico, questionando o que pode e o que não pode ser feito.  Então, converse com o médico e bom repouso para nós.

Tati

Gravidezumsonho

Meu positivo: Gravidez do BabyJamaica

Hoje eu vim explicar como aconteceu o meu positivo do BabyJamaica. Estava há 04 anos tentando engravidar, e a nossa gravidez surgiu quando Deus assim desejou.

Na verdade, após o 7° Aborto, eu e o marido decidimos que evitaríamos as tentativas para uma questão de proteção emocional e física. Então, usávamos camisinha, principalmente no período fértil. Acontece que no dia que tivemos o laudo favorável da psicóloga no processo de adoção, eu e o marido saímos para comemorar, bebemos e deixamos de nos prevenir.

Eu sabia que estava no período de risco, mas no próximo mês já tínhamos planos de voltar às tentativas, inclusive eu tinha médico (Dr. Barini) marcado na semana seguinte. No dia seguinte da loucura sem prevenção eu mandei mensagem para a médica (Dra. Adriana Goes), que me acalmou e disse que se eu ficasse grávida iniciaríamos o tratamento.

Na semana seguinte o Dr. Barini alegou o mesmo que a Dra. Adriana. Acontece que eu tinha férias agendada para a Jamaica, e minha menstruação chegaria nos primeiros dias da viagem, ou seja, só iniciaríamos o tratamento uma semana depois do atraso. Enfim, fui orientada a levar na viagem o meticortem e enoxoparina sódica, que já era uma parte do meu tratamento.

E assim, fomos para a Jamaica carregando na mala os meus remedinhos. Lógico que como uma boa tentante fiz um teste de farmácia antes da viagem e apareceu famosa linha imaginária, eu desencanei e acabei acreditando que realmente poderia ser um negativo. Na viagem, comecei a curtir como se realmente não estivesse grávida, apenas evitando os excessos, bebi, comi tudo que senti vontade.

A menstruação não apareceu no dia esperado, e eu na minha inocência pensei que meu ciclo menstrual tinha mudado de 28 dias para 30 dias, e continuamos a curtir a viagem. No dia 30 do ciclo eu não tinha qualquer sinal daquela malvada menstruação, e falei para o maridão comprar um teste de farmácia.

O marido comprou o teste e eu consegui esperar até a manhã do dia seguinte para fazer o teste, lógico que madruguei para fazer o teste, e plim surgiu os dois riscos. Eu fiquei muito feliz, mandei msg para minha mãe, para minha médica e para algumas amigas.
IMG_2524

 

Sabia dos riscos mais preferi comemorar e curtir aquela felicidade. A minha médica retornou com uma linda mensagem que me fez chorar “Esse bebê eu lhe entregarei no colo” e eu não me controlava de emoção.

Lá mesmo da Jamaica marcamos tudo que podíamos, consulta, tratamentos, e assim que chegamos começamos toda a maratona para segurar o BabyJamaica.

 

Beijão

Gravidezumsonho