Relatos de Sucesso: Rayane – Cerclagem

Hoje o relato é da Rayane, que foi tentante por dois anos e teve uma gestação bem complicada.,  diagnosticada com Insuficiência Istmo Cervical (IIC) com 24 semanas de gestação, realizou a cerclagem de emergência e venceu tudo. Rayane é mãe da Sophia. Leiam e se emocionem.

Tudo começou em 2013, quando eu e meu esposo iniciamos as tentativas para engravidar. Os meses foram passando e nada de “engravidarmos”. Então, fui na minha médica fiz uns exames e fui diagnosticada com Síndrome de Ovário Policístico (conhecido como SOP).  Fiz os tratamentos direitinho com indutor de ovulação e nada de baby. Com isso, meu marido foi no médico e deu que a quantidade de espermatozoides dele é baixa. Ele realizou os tratamentos também, mas nada de vir o bebê. Nisso foi passando os meses, depois de 1 ano e 6 meses de tentativa demos ‘um tempo’ nesse assunto de ter filho. Nós não evitávamos, mas também não ficamos mais com aquela loucura de período fértil, terminou levanta as pernas rsrs.

Com 2 anos e 4 meses sem tomar anticoncepcional, meu ciclo ficou irregular, tinha mês que vinha 2 ou 3 vezes no mesmo mês ou passava 2 meses sem vir. Então, resolvi voltar a tomar anticoncepcional. Eu estava sentindo uma cólicas fraquinhas e disse pro marido: ‘Amor a menstruação vai chegar, vou tomar anticoncepcional, mas antes vou fazer um teste só por desencargo de consciência. Afinal de contas já faz um mês e meio que eu não menstruo’. Mas eu tinha certeza que daria negativo. E lá fui eu na farmácia, comprei o teste e o anticoncepcional. No outro dia bem cedinho eu acordei, fiz o teste e deixei na pia, nem olhei o resultado, pois eu achava que era negativo mesmo e que a monstra (menstruação) logo desceria porque eu tava com cólica. E fui dormir. Quando eu estava quase adormecendo, pensei: ‘Jonathas (meu esposo) é desajeitado… Se ele acordar primeiro que eu vai bater naquele copo com o teste e vai ser xixi pra todo lado. Vou jogar logo.’ Levantei e pra mim surpresa estava lá um positivo lindo e com duas linhas bem fortes, sai gritando feito uma louca: ‘Amor, acorda que eu tô grávida. Acorda… Obrigada meu Deus’. Foi uma alegria sem fim. Imediatamente fomos fazer o beta HCG (exame de sangue) e, siim, eu realmente estava grávida. Tudo corria extremamente bem.. Com 11 semanas e 6 dias descobri que era uma menina, minha tão sonhada: Sophia ❤ (Nome escolhido desde a minha infância) tudo ia tudo bem.. Um verdadeiro sonho.

Até as 24 semanas, quando eu tava em casa e vi que eu estava perdendo tampão mucoso. Fui nas pressas para uma clínica e lá a médica que estava “vomitou” sem nem um pingo de compaixão o diagnóstico. ‘Seu colo é incompetente (IIC), era pra tu ter feito cerclagem, mas só se faz cerclagem até no máximo 12 semanas. Eu não faço cerclagem com esse tempo gestacional seu. E pelo seu tempo de gestação e peso sua bebê não resiste. Não há o que fazer’. Fiquei sem chão, sem saber o que fazer.  Mandei um whatsapp para minha médica (que é de outra cidade), e ela me orientou a não levantar para mais nada e que no outro dia fosse pra Recife, fizesse  uma ultrassom pra ver o tamanho da gravidade e se minha bolsa estava no canal vaginal. Se não tivesse, ela iria fazer uma cerclagem de urgência. E foi  oque eu fiz, fiquei na casa de painho e mainha e não levantei mais. Quando meu marido chegou eu contei a ele (não quis dar a notícia por telefone), ele se desesperou, afinal não era pra menos, as chances da cerclagem dar certo eram mínimas.

No outro dia logo cedo, fizemos a ultrassonografia e graças a Deus a bolsa não estava no canal vaginal, mas meu colo do útero media apenas 1.1mm (curtíssimo). A Dra. me internou e me pôs com os pés da cama mais alto, fazendo um declínio pra minha bebê subir o máximo possível. No outro dia antes de fazer a cerclagem, a Dra. veio me falar dos riscos, falou que a agulha poderia pegar na bolsa e minha bebê poderia nascer prematura mas que se a cerclagem fosse um sucesso eu teria que ficar com a cama declinada e sem levantar para mais nada ate ela nascer. Nem pensei e disse que iria até o fim por minha filha. E lá fomos nos para o bloco cirúrgico. Me colocaram praticamente de ponta a cabeça e começaram o procedimento. Tomei a anestesia raquidiana e me sedaram. O procedimento durou 3 horas e graças a Deus deu tudo certo.

Minha Dra. conseguiu fazer a cerclagem dupla. Com 3 dias eu tive alta. As recomendações médicas eram: tomar utrogestan de 12 em 12 hrs via oral, inibina de 8 em 8 hrs, buscopan composto de 6 em 6 hrs, natele uma vez ao dia, Ómega mater uma vez ao dia. Minhas necessidades eu deveria fazer todas numa aparadeira e levantar só uma vez no dia para tomar banho e um banho extremamente rápido e sentada numa cadeira. E quando eu quisesse lavar o cabelo deveria ser deitada na cama mesmo e Mainha que colocasse uma bacia com água do lado pra lavar. Pés da cama beeem mais alto,  eu nao levantava nem pra comer,  nem beber… Eram 24 horas deitada.
Fiz uma ultrassonografia depois da cerclagem e meu colo foi pra 1.8mm e a agulha passou a 3mm da bolsa. Foi literalmente por um fio. Deus é maravilhoso. Chegando em casa cumprimos as recomendações médicas à risca. Mas com o passar do tempo pelo fato de estar parada meus músculos começaram a doer (Tomava dorflex e biofenac spray para a dor). Mas mesmo seguindo tudo a risca, com 27 semanas voltei a ser internada porque perdi muuuuuito tampão. Os pontos folgaram pq como minha bebê estava sentada ela provavelmente “Empurrou os pontos”, fiquei internada por 8 dias. Fui pra casa e continuei seguindo tudo a risca.. Pelo fato de estar deitada meu intestino ficou lento… O tempo foi passando as dores no corpo só aumentavam, era quase insuportável, mas eu fazia tudo por minha bebê. Quando  cheguei as 33 semanas, comecei a ter problema cardio (uma reação do inibina por tempo prolongado e em grande quantidade), meu coração começou a dar sinais que não estava aguentando (e eu não tenho problema nenhum de coração). Para evitar os problemas cardio tentamos diminuir a dose, mas sempre que fazíamos isso, eu sentia contrações.Então, mantivemos a dose inicial e eu voltava a tomar de 8 em 8 hrs, imagina a agonia. Depois com 35 semanas voltaram os enjoos,  pessoas cercladas nao podem forçar a barriga e  eu voltei a tomar medicações para enjoos (cheguei a
Tomar 22 comprimidos por dia)..

Com 36 semanas e 4 dias fiz uma ultrassonografia e minha bebê estava muito embaixo e estava forçando a cerclagem. Literalmente ela estava sendo segurada pela cerclagem E com 36 e 5 dias fiz minha Cesárea (eu não queria parto normal).
Pensa que acabou por ai? NAO. O parto foi complicado, e depois de muita luta, ela nasceu as 20:35 e sem chorar. Os médicos começaram a reanima-la e eu desesperada.. Perguntando o que estava acontecendo porque ela não estava chorando… Meu esposo pedindo para eu me acalmar que tava tudo bem (mentiu pra me acalmar). Depois de momentos angustiantes, ela chorou… Chorou forte. E para honra e glória de Deus eu venci a IIC. Sophia nasceu dia 22 de janeiro de 2016. Pesando 2,825. Medindo 45cm..  Cabeluda e PERFEITA…

Tenham fé, confiem e acreditem

Tati – @gravidezumsonho

Anúncios

2 thoughts on “Relatos de Sucesso: Rayane – Cerclagem

  1. Jane diz:

    Glória a Deus que deu tudo certo .
    Eu fiz cerclagem dia 20 de fevereiro de 2017 com 12 semanas, hoje estou de 16 semanas mais faço repouso relativo.
    Peço a Deus todos os dias pra n precisae fazer repouso absoluto pois meus pais mora em outra cidade e meu esposo viaja a trabalho n tenho quem fique comigo todos os dias .
    Estou crendo muito em Deus que tudo já deu certo

    Gostar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s